top of page

Artistas visuais mostram retratos de escritores na escadaria do viaduto da Borges de Medeiros

Atualizado: 22 de out. de 2021


Reportagem da exposição Autorias no Jornal Brasil de Fato:


Exposição coletiva Autorias fica em cartaz de 1º a 31 de outubro com retratos inéditos de 26 importantes autores gaúchos


Redação*

Brasil de Fato| Porto Alegre | 01 de Outubro de 2021 às 17:04

Caio Fernando Abreu por Gustavo Dias e Ise Feijó e Fernanda Bastos por Gustavo Schosller - Divulgação


A exposição coletiva Autorias é uma homenagem das artes visuais à literatura produzida no estado. Nela, um grupo de 18 artistas, entre os quais alguns dos nomes mais reconhecidos, exibe retratos inéditos de 26 importantes autores gaúchos. A mostra fica em cartaz de 1º a 31 de outubro na Escadaria, a galeria ao ar livre no Viaduto Otávio Rocha, na Av. Borges de Medeiros, Centro Histórico da Capital - local adequado a estes tempos pandêmicos. Seduzida pelo projeto, a Feira do Livro o incluiu como evento prévio à sua realização. “A iniciativa vem reunir duas áreas artísticas tão próximas e dialogantes”, saúda o escritor Luiz Antonio de Assis Brasil, retratado por uma mestra dos pincéis, Beatriz Balen Susin. “Quando a arte encontra a arte, a gente só celebra”, resume a também homenageada Cíntia Moscovich. Ambos, como outros colegas de ofício, manifestaram contentamento ao saber da escolha de seu nome em mensagens trocadas com a idealizadora e organizadora do projeto, a artista Graça Craidy. No texto de apresentação da mostra, Graça justifica a homenagem: “O que seria de um povo se, entre sua gente, não surgissem prosadores dos seus enredos, mapeadores dos seus anseios, tradutores dos seus delírios, derrotas, renascimentos, paixões? A história de um povo é, também, além dos fatos, a história da sua imaginação. Nossa homenagem é para eles, os narradores da alma rio-grandense”. Dos 26 retratos, de 100x100 cm, 22 foram pintados em óleo ou acrílica em telas, e quatro impressos em placas de PVA. As obras, recém-produzidas, ocupam os 45 metros de extensão da Escadaria, espaço inaugurado em março deste ano e que tem a direção do produtor cultural e fotógrafo Marcos Monteiro. A presença de telas é inédita, pois até então o local só abrigou exposição de fotos. Os dias finais da temporada da mostra transcorrerão simultaneamente aos iniciais da 67ª edição da Feira do Livro, que irá de 29 de outubro a 15 de novembro, na Praça da Alfândega, também no Centro Histórico. Critérios A seleção de nomes dos homenageados contou com a assessoria informal dos professores de literatura Sergius Gonzaga e Luís Augusto Fischer. "A escolha buscou equilibrar o número de escritores homens e mulheres em igual medida - 13 homens e 13 mulheres -, de modo a atender a uma demanda contemporânea mundial de reconhecimento do valor e da presença feminina nas artes", explica Graça. Entre os homens, privilegiou os escritores já falecidos e, entre os vivos, distinguiu os mais velhos e os mais premiados. Já entre as escritoras, foram escolhidas, primeiro, as decanas, e depois as premiadas em Açorianos, Jabuti e Emmy, entre outras distinções, as jovens escritoras promissoras, e, ainda, as que se destacam por sua ação de incentivo à prática de literatura entre minorias, ou por sua ação de conscientização em defesa de causas cidadãs. Os artistas participantes e os autores homenageados: A relação de pintores e escritores é a seguinte: Beatriz Balen Susin pintou Luiz Antonio de Assis Brasil e Maria Carpi; Bernardete Conte, Simões Lopes Neto; Emanuele de Quadros, Luisa Geisler; Erico Santos, Lya Luft e Moacyr Scliar; Gilmar Fraga, Carol Bensimon e Erico Verissimo; Graça Craidy, Dyonélio Machado e Marô Barbieri; Gustavo Burkhart, Luis Fernando Verissimo; Gustavo Schossler, Fernanda Bastos; Gustavot Diaz e Ise Feijó, Caio Fernando Abreu; Helena Stainer, Cíntia Moscovich e Cyro Martins; Liana d’Abreu, Lélia Almeida; Liana Timm, Eliane Brum e Mario Quintana; Mariza Carpes, Leticia Wierzchowski; Nara Fogaça, Martha Medeiros e Josué Guimarães; Pena Cabreira, Claudia Tajes e João Gilberto Noll; Thiago Quadros, Sergio Faraco e Ubiratan Fernandes retratou Jane Tutikian e Oliveira Silveira. Luiz Antonio de Assis Brasil ficou entusiasmado com o projeto e parabenizou a idealizadora. “Parabéns pela iniciativa que vem reunir duas áreas artísticas tão próximas e dialogantes. É uma grande honra participar, contando com seu traço persuasivo e raro.” Já a escritora Cíntia Moscovich afirmou: “Quando a arte encontra a arte, a gente só celebra”. Neste sábado (2), às 11h, artistas visuais e escritores que foram retratados na exposição Autorias se encontrarão na escadaria da Borges, local da mostra, para celebrar as artes plásticas e a literatura. Familiares de escritores já falecidos também comparecerão para conferir a homenagem. Também é esperada a presença da secretária estadual da Cultura, Beatriz Araújo.

Edição: Katia Marko


9 visualizações0 comentário

Comments


Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page